Pois é caros cuscos e cuscas que ainda por aqui vagueiam de quando em vez... só mesmo uma pérola como a que vão ver a seguir, para me fazer recuperar esta rubrica, que era regular às quintas feiras neste quintal que é o da música portuguesa de calibre classificado como: Troços do Quintal ! :)

Depois de ver esta produção audio/vídeo pensei: Tenho de partilhar isto !!! 
E cá está... Sugiro que vejam (e revejam se forem capazes) e me digam por favor com toda a sinceridade que não fui o único a achar que este tipo de coisa é tipo... Daasssssss !
Ok ?

Chama-se: "Vai Anna",
canta: Anna



Meus Amigos/as:

Faz hoje precisamente 5 meses que encontrei vazio o lugar onde tinha estacionado a minha estimada viatura na noite anterior…

É com muita Alegria que vos comunico hoje, que depois de burocracias vencidas, processo a decorrer em tribunal para julgar/condenar culpados e indemnização recebida por parte da minha Companhia de Seguros:

JÁ TENHO OUTRO CARRO !

(ao contrário da imagem apresentada na altura do roubo, esta é mesmo uma foto da minha nova viatura)

Sim, é outro Scénic. Com mais quilómetros, com mais idade, com mais extras, mas igualmente estimado como estava o meu.

Apenas para não suscitar questões frequentes (e de alguma forma lógicas), passo a explicar de forma sincera as verdadeiras razões que me levaram a comprar outro igual (depois de uma profunda análise a dezenas de opções):

-Economia

-Conforto

-Versatilidade/Fiabilidade


Para rematar esta publicação, passo aos agradecimentos:

Com amizade (e por já ter onde pernoitar na Póvoa de Lanhoso, se assim precisar ;) ) ao João Dias (e Paula Leite) pelo negócio que me proporcionaram,

Com muito respeito e consideração pelas cerca de 4 MIL Partilhas do meu caso (no facebook, twitter, blogs, sites, etc) de todos/as aqueles/as que se mostraram solidários/as e fizeram o que lhes era possível… OBRIGADO MESMO !

Com muito apreço também a que se prestou a fazer de meu/minha “taxista” e até à aqueles que me ofereceram carro “até quando for preciso !” E ainda a quem tudo fez para que o meu caso fosse resolvido rapidamente. Vocês sabem quem são… Muito Obrigado !

Do fundo do meu coração devo Agradecer à Minha Mãe Quina, por ter abdicado durante estes 5 meses de algumas saídas, por ficar com “o coração nas mãos” quando eu chegava mais tarde e pela compreensão que teve com o acidente que também acabei por sofrer com seu VW Polo durante este período (que me obrigou a fazer vários kms na minha mota clássica com clima pouco agradável)… Mãe: Amo-Te Muito: OBRIGADO !



Com um Enorme e Caloroso Abraço de Agradecimento a Todos/as,

Me subscrevo:

Gui Tattoo ;)

Encontra-mo-nos por aí !


E se de repente, por um instante (ou para sempre) a nossa noção/definição de “Tempo“ não existisse ?

Clarificando:

E se naqueles momentos em que sentimos algo de tal forma marcante que o desejamos ver perpetuado para todo o sempre… o tempo não existisse ?

E se naqueles períodos de tempo em que a perfeição (por vezes) nos ilude numa pequena história que daria para escrever um livro... o tempo não existisse ?

Durante o incalculável período de tempo em que o tempo parece não existir (ou nós assim o desejávamos): o AMOR existe !

A esse tempo que passa e não temos noção da sua existência, ou desejaríamos que ele não tivesse passado (porque afinal nós temos uma percepção do TEMPO), chama-se EVO !






" Quero oferecer-te uma palavra. Em Português diz-se igual que em Espanhol... É uma palavra pequena, mas a maior de todas... «EVO»... num bom dicionário encontrarás o seu significado... ou no meu coração "






Um simples “Gosto”, ainda que seja um “Gosto Muito” ou um “Adorei”, será ainda assim “Muito Pouco” para demonstrar a Emoção e o Prazer que senti ao ler este livro.

Quantas vezes me identifiquei com as personagens ! Quantas vezes revivi momentos tão iguais ! Quantas vezes senti que a Anita do coração “Dele” era a “Anita” do Meu coração... vivendo juntos mesmo à distância.

Um livro que cruza as nossas vidas… quem nunca teve um “Amor de Verão” ? E desejou por momentos que esse seria para sempre ? Com esta emoção, talvez seja difícil, mas estes também existem !

Um romance de “queimar as pestanas” enquanto não se alcança o desfecho da história.

A magia deste livro, apenas veio provar que afinal a minhas emoções e a minha forma de viver o Amor não é exclusiva... nem estranha, como por vezes chego a pensar ! (dada a falta de reciprocidade em determinados momentos)

Uma leitura sem usar marcador. Pois é assim que devem ser vividos os momentos mais intensos (também de leitura) … perspicazmente cronometrados em EVO !

OBRIGADO QUERIDA ANA MARTINS !


...e como esta música também marcou os meus 20 anos... e os vossos ?



Meus Amigos/as: Roubaram o meu carro !!
PRECISO DA VOSSA AJUDA !
Neste momento, mais que nunca...
Trata-se de uma Renault Scenic PRETA de matricula 65-BH-41
igual à da imagem.
Foi levada durante a passada noite de 12 para 13 Out
na zona de Riba D'Ave.
Conto convosco ?
Para qualquer assunto relacionado com este caso,
por favor contactem o 910 123 104.
MUITO OBRIGADO !
:(

Desculpem-me todos os cegos que insistem em não ver... Não quero ser milagroso, nem tão pouco insinuar coisa nenhuma, mas contra factos (sim: factos) não há argumentos.

A seguir, transcrevo um artigo que explica direitinho o que se passa com o nosso País e porque se evitam certos assuntos dentro do quadro político que nos é apresentado neste momento.


Porque silenciam a ISLÂNDIA?

Vale a pena ler até ao fim!

" (Estamos neste estado lamentável por causa da corrupção interna - pública e privada com incidência no sector bancário - e pelos juros usurários que a Banca Europeia nos cobra.

Sócrates foi dizer à Sra. Merkle - a chanceler do Euro - que já tínhamos tapado os buracos das fraudes e que, se fosse preciso, nos punha a pão e água para pagar os juros ao valor que ela quisesse.
Por isso, acho que era altura de falar na Islândia, na forma como este país deu a volta à bancarrota, e porque não interessa a certa gente que se fale dele)
Não é impunemente que não se fala da Islândia (o primeiro país a ir à bancarrota com a crise financeira) e na forma como este pequeno país perdido no meio do mar, deu a volta à crise.

Ao poder económico mundial, e especialmente o Europeu, tão proteccionista do sector bancário, não interessa dar notícias de quem lhes bateu o pé e não alinhou nas imposições usurárias que o FMI lhe impôs para a ajudar.
Em 2007 a Islândia entrou na bancarrota por causa do seu endividamento excessivo e pela falência do seu maior Banco que, como todos os outros, se afogou num oceano de crédito mal parado. Exactamente os mesmo motivos que tombaram com a Grécia, a Irlanda e Portugal.

A Islândia é uma ilha isolada com cerca de 320 mil habitantes, e que durante muitos anos viveu acima das suas possibilidades graças a estas "macaquices" bancárias, e que a guindaram falaciosamente ao 13º no ranking dos países com melhor nível de vida (numa altura em que Portugal detinha o 40º lugar).
País novo, ainda não integrado na UE, independente desde 1944, foi desde então governado pelo Partido Progressista (PP), que se perpetuou no Poder até levar o país à miséria.
Aflito pelas consequências da corrupção com que durante muitos anos conviveu, o PP tratou de correr ao FMI em busca de ajuda. Claro que a usura deste organismo não teve comiseração, e a tal "ajuda" ir-se-ia traduzir em empréstimos a juros elevadíssimos (começariam nos 5,5% e daí para cima), que, feitas as contas por alto, se traduziam num empenhamento das famílias islandesas por 30 anos, durante os quais teriam de pagar uma média de 350 Euros / mês ao FMI. Parte desta ajuda seria para "tapar" o buraco do principal Banco islandês.
Perante tal situação, o país mexeu-se, apareceram movimentos cívicos despojados dos velhos políticos corruptos, com uma ideia base muito simples: os custos das falências bancárias não poderiam ser pagos pelos cidadãos, mas sim pelos accionistas dos Bancos e seus credores. E todos aqueles que assumiram investimentos financeiros de risco, deviam agora aguentar com os seus próprios prejuízos.
O descontentamento foi tal que o Governo foi obrigado a efectuar um referendo, tendo os islandeses, com uma maioria de 93%, recusado a assumir os custos da má gestão bancária e a pactuar com as imposições avaras do FMI.
Num instante, os movimentos cívicos forçaram a queda do Governo e a realização de novas eleições.

Foi assim que em 25 de Abril (esta data tem mística) de 2009, a Islândia foi a eleições e recusou votar em partidos que albergassem a velha, caduca e corrupta classe política que os tinha levado àquele estado de penúria. Um partido renovado (Aliança Social Democrata) ganhou as eleições, e conjuntamente com o Movimento Verde de Esquerda, formaram uma coligação que lhes garantiu 34 dos 63 deputados da Assembleia). O partido do poder (PP) perdeu em toda a linha.
Daqui saiu um Governo totalmente renovado, com um programa muito objectivo: aprovar uma nova Constituição, acabar com a economia especulativa em favor de outra produtiva e exportadora, e tratar de ingressar na UE e no Euro logo que o país estivesse em condições de o fazer, pois numa fase daquelas, ter moeda própria (coroa finlandesa) e ter o poder de a desvalorizar para implementar as exportações, era fundamental.

Foi assim que se iniciaram as reformas de fundo no país, com o inevitável aumento de impostos, amparado por uma reforma fiscal severa. Os cortes na despesa foram inevitáveis, mas houve o cuidado de não "estragar" os serviços públicos tendo-se o cuidado de separar o que o era de facto, de outro tipo de serviços que haviam sido criados ao longo dos anos apenas para serem amamentados pelo Estado.
As negociações com o FMI foram duras, mas os islandeses não cederam, e conseguiram os tais empréstimos que necessitavam a um juro máximo de 3,3% a pagar nos tais 30 anos. O FMI não tugiu nem mugiu. Sabia que teria de ser assim, ou então a Islândia seguiria sozinha e, atendendo às suas características, poderia transformar-se num exemplo mundial de como sair da crise sem estender a mão à Banca internacional. Um exemplo perigoso demais.

Graças a esta política de não pactuar com os interesses descabidos do neo-liberalismo instalado na Banca, e de não pactuar com o formato do actual capitalismo (estado de selvajaria pura) a Islândia conseguiu, aliada a uma política interna onde os islandeses faziam sacrifícios, mas sabiam porque os faziam e onde ia parar o dinheiro dos seus sacrifícios, sair da recessão já no 3º Trimestre de 2010.

O Governo islandês (comandado por uma senhora de 66 anos) prossegue a sua caminhada, tendo conseguido sair da bancarrota e preparando-se para dias melhores. Os cidadãos estão com o Governo porque este não lhes mentiu, cumpriu com o que o referendo dos 93% lhe tinha ordenado, e os islandeses hoje sabem que não estão a sustentar os corruptos banqueiros do seu país nem a cobrir as fraudes com que durante anos acumularam fortunas monstruosas. Sabem também que deram uma lição à máfia bancária europeia e mundial, pagando-lhes o juro justo pelo que pediram, e não alinhando em especulações. Sabem ainda que o Governo está a trabalhar para eles, cidadãos, e aquilo que é sector público necessário à manutenção de uma assistência e segurança social básica, não foi tocado.
Os islandeses sabem para onde vai cada cêntimo dos seus impostos.
Não tardarão meia dúzia de anos, que a Islândia retome o seu lugar nos países mais desenvolvidos do mundo.
O actual Governo Islandês, não faz jogadas nas costas dos seus cidadãos. Está a cumprir, de A a Z, com as promessas que fez.

Se isto servir para esclarecer uma única pessoa que seja deste pobre país aqui plantado no fundo da Europa, que por cá anda sem eira nem beira ao sabor dos acordos milionários que os seus governantes acertam com o capital internacional, e onde os seus cidadãos passam fome para que as contas dos corruptos se encham até abarrotar, já posso dar por bem empregue o tempo que levei a escrever este artigo.

Por Francisco Gouveia, Eng.º "


Como podem constatar: o Futuro do nosso País, está nas Nossas Mãos...

E tu, estás disposto a pôr mãos à obra ?

Pois, se não: continuaremos na merda...

Obrigado pelo teu (não) contributo !


Eu cá, já estou a sujar as minhas...


Um Abraço de mãos sujas,

Do vosso "abrólhos": GuiTattoo ;)


Agora vou escrever sobre coisas sérias... Sim, já comecei.
Com o ano de 2011 a entrar, e com as mudanças a surgirem, ocupando cada vez mais o tempo das pessoas ocupadas, isso mesmo: este blog vai ter um fim...
Triste para alguns, menos triste para outros, este é o final que eu escolhi !


Foram mais de 4 anos de material para dispor bem (essa sempre foi a minha intenção) quem por aqui passou para espreitar tudo o que por aqui foi dito, escrito e mostrado.
São mais de 2200 posts que podem ver ou recordar quando muito bem vos apetecer.
Mas para manter acesa a chama, apenas vou continuar com as minhas crónicas enrabuladas que deixarão de ser semanais para passarem a ser... como é que se diz ? ... ok: quando me apetecer. Por isso não é um final definitivo, é um final apenas da rotina, na qual acabou por cair este blog e da qual acabei por me "fartar".

Que me desculpem aqueles a quem esta atitude possa por ventura incomodar, e espero que se mantenham minimamente atentos, porque de vez em quando eu virei até aqui para mandar umas das minhas ;)

Apenas quero agradecer àqueles que sempre acreditaram e contribuíram para o (algum) sucesso que este blog conseguiu obter... vocês sabem quem são, entre outros: Mariana, Xaimit, Sandra, Hélder, Ana, Ana, João, Mano Rafa, Ricardo, Joana, António, entre muitos outros que agora me podem ter escapado, mas que sem dúvida foram importantes para mim e para este modesto blog.

Desejo a todos uma Feliz caminhada pela Vida e Obrigado a todos pela companhia durante estes 4 anos e picos...

Abraços e Beijos e até breve !

o vosso: GuiTattoo

P.S.: Aproveito estas linhas finais para informar que continuarei activo enquanto bloguer, alimentando o Tatuando Histórias com os resultados do meu trabalho e com o contributo de quem o leva gravado no corpo para o resto da vida...
Podem encontrar-me também no Facebook ou através do e-mail do costume: gui.tattoo@gmail.com

OBRIGADO !
;)
Cartoon da autoria de Ricardo Campos
(Clica AQUI ou AQUI para mais informações)

Acompanhem esta crónica semanal clicando na imagem ou no título desta mensagem.

O


Por ser a melhor dupla Nacional a fazer Rir em Portugal, o ano não poderia acabar sem mais uma boa dose de humor dos amigos Quim e Zeca.





Basta clicar sobre a imagem para descobrires o motivo ou a história que levou este cliente a tatuar este desenho.
Não perguntem porque fui buscar esta pérola... Reparem só na pinta do homem... naquele tempo.... Ui !!! Loucura ! \o/
Só espero que gostem ;) (pró ano há mais)

Chama-se: "Zum Zum Zum",
canta: Dino Meira


" DL: Bem meu Menino Jesus… O melhor mesmo é passarmos adiante, porque esta entrevista vai ser publicada numa cidade conhecida pela ‘Cidade dos Arcebispos’ e acho que as declarações do Menino poderão ser mal-interpretadas. Muito sinteticamente, diz-me Menino Jesus, como pensas que vai decorrer o ano de 2011 aos portugueses?
MJ: Queres que diga a verdade? "
Ler crónica completa »
SoRir !!!

E sejam Muito Felizes em 2011...


"assim é que é entrar em 2011!"



reivindicado pelo:


Três amigas estavam na conversa, quando uma delas comenta com a outra sobre as suas relações sexuais com o marido:
- Nunca te aconteceu, quando fazes amor com o Carlos, tocares nos tomates dele e estarem frios?
- A outra responde:
- Sim, sempre que nós fazemos amor eu percebo que estão frios.
- E tu, quando o fazes com o Rafael?
- Sim, estão sempre frios! Responde a outra.
Nisto, diz a loira:
- Bom, nunca parei para reparar nesse detalhe mas, esta noite, quando tiver com o Manel, vou toca-los para ver.
- Está bem, então amanhã contas como foi! Dizem as outras.
No dia seguinte, a loira aparece toda cheia de hematomas, os olhos roxos e sem alguns dentes.
As amigas ficaram surpreendidas, perguntaram o que lhe aconteceu e a outra responde muito nervosa:
- A culpa é toda vossa!!!
- Mas porquê? Perguntam as amigas.
- Porque quando toquei nos tomates do Manel disse:

- Ai Manel, porque é que tu não tens os tomates frios como os do Carlos e os do Rafael?"...

O

Diz o Zequinha... depois de ter espreitado a mamã e o papá na "palhaçada".

- Foda-se, se eu fui ao psicólogo por chupar no dedo, a mamã vai ser internada...!!!


Hoje é dia de vos desejar um

FELIZ NATAL
e de vos agradecer todo o sacrifício de continuarem a aparecer por cá para ver o que por aqui se passa.

Encontrei este vídeo com algo relacionado com o NATAL que vos desejo FELIZ.
Espero que se divirtam com ele e que o vosso NATAL seja apenas: FELIZ.
Não conheço as miúdas, mas tenho a certeza que terão um futuro bem risonho à espera.

E antes que me esqueça:

FELIZ NATAL PARA TODOS/AS VÓS !


Basta clicar sobre a imagem para descobrires o motivo ou a história que levou este cliente a tatuar este desenho.
E nesta véspera da véspera de Natal, ninguém melhor que a personagem a seguir para animar o nosso quintal...
Dispensa apresentações, mas eu não resisto a apresenta-lo:

Sinhoras e Sinhores, Meninos e Meninas, e gente que nem sim nem não:
Convosco, para um medley internacional espectacular:

Rouxinol Faduncho


" Zuckerberg foi enxovalhado pela sua colega de turma, Paris Whitney Hilton, que lhe disse que ele tinha a pilinha mais pequena do colégio e, de regresso à sala, já com os livros debaixo do braço, Paris Hilton não satisfeita com o vil enxovalho ao viril, porém minúsculo membro de Zuckerberg, resolveu arremessar com o livro contra a mirrada cara de Mark Elliot Zuckerberg, pondo-o a chorar compulsivamente. "

"é preciso escolher bem as compras de Natal"


"penso que esteja a ver o ano da colheita..."




reivindicado pelo:

Diferença entre "PEITO" e "TOMATES"

Todos ouvimos falar em alguém ter Peito ou ter Tomates, mas sabe REALMENTE a diferença entre ambos?


PEITO - É chegar a casa tarde, após uma farra com os amigos, ser recebido pela mulher com uma vassoura na mão, e ter peito de perguntar:
"Ainda estás a limpar a casa, ou vais voar?"

TOMATES - É chegar tarde a casa, após uma farra com os amigos, a cheirar a perfume e cerveja, baton no colarinho, e dar uma palmada no rabo da mulher e dizer:
"Tu és a próxima, gorducha!"
CENA: Sessão de terapia de grupo.
Quatro pacientes estão reunidos.

O terapeuta pede que se apresentem, que digam qual é sua actividade e que comentem porque a exercem.

- O primeiro diz: - Chamo-me Francisco, sou médico porque me agrada tratar da saúde e cuidar das pessoas.

- O segundo apresenta-se: - Chamo-me Ângelo. Sou arquitecto porque me preocupa a qualidade de vida das pessoas e como vivem.

- A terceira fala: - Chamo-me Maria e sou lésbica. Sou lésbica porque adoro peitos e rabos femininos e fico louca só de pensar em fazer sexo com mulheres.

- O quarto, então, diz: - Sou Manuel, e até há uns minutos atrás eu achava que era pedreiro, mas acabo de descobrir que sou é lésbica...!
Cartoon da autoria de Ricardo Campos
(Clica AQUI ou AQUI para mais informações)

Acompanhem esta crónica semanal clicando na imagem ou no título desta mensagem.

O que é NACIONAL é (mesmo) BOM... foi o slogan escolhido para a festa desta noite no bar M-Space em Santo Tirso.
O (ir)responsável pela selecção musical serei eu e por isso esta não vai lá faltar.

Espero que não faltes também... a carga está pronta e devidamente metida nos contentores, por isso agasalhem-se e venham daí para outro mundo: o mundo da Música Nacional ;)

Grande Abreijo e até logo ;)




No jantar de despedida, depois de 25 anos de trabalho à frente da paróquia, o padre discursa:
- A primeira impressão que tive desta paróquia foi com a primeira confissão que ouvi. A pessoa confessou ter roubado um aparelho de TV, dinheiro dos seus pais, a empresa onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com as esposas dos amigos. Também se dedicava ao tráfico de drogas e havia transmitido uma doença venérea à própria irmã. Fiquei assustadíssimo. Com o passar do tempo, entretanto, conheci uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé.

Atrasado, chegou então o Presidente da Câmara para prestar uma homenagem ao Padre. Pediu desculpas pelo atraso e começou o discurso:

- Nunca vou esquecer o dia em que o Padre chegou à nossa paróquia. Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a me confessar.

Seguiu-se um silêncio assustador.


MORAL DA HISTÓRIA: Nunca se atrase.


Mas quando se atrasar, fique calado!



Ontem fui assistir ao lançamento do livro do Alvim: Não atires pedras a estranhos porque pode ser o teu pai.

E no meio daquela espécie de cerimónia, na verdade ninguém lançou nada a ninguém... quer dizer: Ele (o Alvim) até lançou charme... digo: esbanjou charme às garotas (mais giras) que por lá andavam nervosas como tudo.... note-se que a simpática menina que nos fotografou, estava a tremer, mas de tal maneira, que até tive mais frio enquanto Ela tratava de tirar a foto... mas à terceira, foi de vez (apesar de algo tremida mesmo assim) Obrigado menina !

Por isso, hoje não poderia deixar passar em branco esta oportunidade de lançar o Mestre Fernando Alvim nesta rubrica semanal de lamentável sucesso...

Foste muito simpático Alvim, mesmo no momento em que insinuas-te que a menina (fotógrafa) estava nervosa por estar em frente a dois gajos... como é que disseste mesmo ? Ok, fica só entre nós.

Um grande Abraço e Felicidades para o teu futuro ;)

És de facto Incrível rapaz, quer dizer: Incorrigível... mas é assim que o meu povo gosta de ti, por isso não mudes... (quer dizer: podes apenas mudar de penteado... Obrigado)



**O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA DE BEBER UMA LATA DE COCA-COLA**

Faculdade de Educação Física da UFMT
Mestrado da Nutrição da UFMT
Laboratório de Aptidão Física e Metabolismo - 3615 8836


LER COM ATENÇÃO !

Primeiros 10 minutos:
10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente.
Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.

20 minutos:
O nível de açúcar no seu sangue estoura, forçando um aumento de insulina.
O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular).

40 minutos:
A absorção de cafeína está completa. As suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonturas.

45 minutos:
O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína..)

50 minutos:
O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo.
As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando os seus ossos, uma das causas das OSTEOPOROSE.

60 minutos:
As propriedades diuréticas da cafeína entram em acção. Você urina.
Agora é garantido que deitará para fora o cálcio, magnésio e zinco, os quais os seus ossos precisariam..
Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar.
Ficará irritadiço.
Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.

Pense nisso antes de beber refrigerantes.
Se não puder evitá-los, modere a sua ingestão! Prefira sucos naturais. Seu corpo agradece!*

Se achar interessante, repasse.
Certamente estará fazendo bem a alguém

Basta clicar sobre a imagem para descobrires o motivo ou a história que levou esta cliente a tatuar este desenho.