Com todo o respeito por todos ...vamos lá a ver:
depois de ter colocado um post sobre caixões,
quem é que decide morrer ?
Isso o glorioso Manuel Galrinho Bento (ao lado, foto da sua indecisão na escolha do modelo). O guarda redes mais completo de sempre do Benfica e consequentemente da selecção nacional.

Ironismos à parte, presto aqui uma pequena homenagem aquele que de facto deu tudo pela baliza que defendia... E quando digo tudo, é mesmo tudo, pois a essa garra e determinação deve-se a titularidade durante 18 anos no clube que agora o imortaliza: o Benfica...
Benfica de resto o clube que, a quando da celebração do 103º aniversário (um dia antes da sua morte) lhe prestou uma pequena homenagem (o filme da sua vida) à qual assistiu sorrindo.
Tinha 58 anos quando o coração o traiu, ontem dia 1 de Março de 2007.
O homem que outrora (menino) foi ajudante de pedreiro para ajudar a sustentar a família, mais tarde apelidado de "homem de borracha" até na imprensa internacional, é sem dúvida um dos melhores de sempre.
Foi nos anos 80´ que se destacou como guarda redes, causando sempre a melhor impressão a todos quantos fazia vibrar com as suas exibições (quantas vezes acrobáticas) à frente da baliza que com muita honra sempre defendeu. No seu país e no estrangeiro conseguiu a merecida notoriedade e respeito dos adversários.


E tudo o Bento levou !!!

8 Campeonatos Nacionais
6 Taças de Portugal
2 Supertaças
3º Lugar no Campeonato da Europa de 1984
63 jogos pela selecção
465 pelo Benfica



Outra das suas proezas enquanto guarda-redes dos encarnados, foi o recorde estabelecido entre 29 Setembro 1985 e 12 de Janeiro de 1986 de 1065 minutos sem sofrer qualquer golo recorde esse que só veio a ser batido anos mais tarde por Vítor Baía com 1192 minutos sem sofrer golos. Este sem dúvida foi um dos momentos mais marcantes para Bento.

Com todo o respeito e consideração:
os meus sinceros sentimentos à família e adeptos do Benfica

Até sempre BENTO descansa em paz!