No dia em que se celebra o Dia da Mulher, um dos meus destaques vai para uma notícia de hoje no Jornal de Notícias

Mulher de 76 anos especialista no furto


Os 76 anos não lhe roubaram a agilidade. Ao ponto de ter conseguido furtar a carteira a uma mulher, numa feira de Santo Tirso, no bom estilo dos "mãos leves". Mas desta vez, a reformada de Ermesinde, suspeita de outros crimes do género, acabou detida por investigadores da PSP do Porto.

A mais recente investida aconteceu na última feira semanal de Santo Tirso. Agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP já tinham a informação de que aquele espaço comercial vinha sendo cenário de vários furtos nos últimos tempos e fizeram uma vigilância mais apertada da reformada.

Os polícias decidiram então interceptar a suspeita à saída da feira, na Rua S. João de Deus, e revistaram-na, verificando que ela estava na posse de uma carteira, que continha diversos documentos respeitantes a uma mulher de 61 anos, doméstica e residente em Santo Tirso, bem como 10 euros em dinheiro. Confirmou-se então que, momentos antes, a septuagenária tinha-se cruzado com a vítima numa das bancas da feira, conseguido furtar-lhe a carteira, sem que esta se apercebesse de que tinha acabado de ser assaltada.

Numa igreja

A detida estava acompanhada por um neto de nove anos, que poderá ter sido utilizado, de alguma forma, para auxiliar a idosa na prática dos assaltos. A criança poderá ter servido para distrair vítimas e dar mais "credibilidade" à mulher, afastando-a de suspeitas quanto à actividade criminosa. Foi entregue a outro familiar.

De acordo com fonte da PSP, a reformada está referenciada por outros furtos da mesma natureza, levados a cabo designadamente num estabelecimento comercial e numa igreja da zona do Grande Porto. A mulher foi presente ao Tribunal de Santo Tirso e saiu em liberdade. NS

fonte:JN