Os tempos de vender fiado já lá vão, mas para quem ainda insiste em ficar a dever na mercearia, no café ou mesmo no cabeleireiro, a substituir o famoso Zé Povinho com os braços cruzados e um a apontar pra cima,surge uma imagem com a mesma mensagem de quem não quer ficar a berrar o que o cliente leva...

SE QUERES FIADO: