Uma declaração mais que amigável
acabou de me chegar pelo correio do amor:

O Cúpido electrónico