Uma idosa norte-americana que circulava de moto atropelou outro motociclista, mas deixou-o ferido sem assistência porque não queria perder a marcação no cabeleireiro, avança o jornal «Palm Beach Post».

Lousie Davidson, de 77 anos, foi presa por ter deixado a cena do acidente sem prestar assistência. O outro condutor tinha prioridade quando a moto da idosa o atingiu.

«Não tenho nada contra o facto de os idosos conduzirem, mas eles deveriam ter mais cuidado na estrada e serem honestos, se querem continuar a ter carta», afirmou Matthew Clark, a vítima do acidente. A mulher foi libertada depois de ter pago uma fiança de 3 mil dólares.