como assediar à trolha em 9 capítulos

Canto 1º:

Capítulo 1 - A rima rica


1. Ó flor dá para pôr?

2. Ó musa dás-me tusa.

3. Ó bomboca, mostra a toca?

4. Ó doce, era onde fosse.

5. Ó beleza, deixas-ma tesa.

6. Ó boneca, vai uma queca?


Capítulo 2 - O trocadilho


7. És como um helicóptero: gira e boa.

8. Ó febra, junta-te aqui à brasa.

9. Ó jóia, anda aqui ao ourives.

10. Ó "morcona", comia-te o sufixo.

11. Ó filha, aperta aqui que é mais fofo.

12. Ó jeitosa, és mais apertadinha que os rebites de um submarino.

13. Andas na tropa? É que marchavas que era uma maravilha.

14. Se fosses um barco pirata, comia-te o tesouro que tens entre as pernas.

15. Tantas curvas e eu sem travões.

16. Usas cuecas TMN? É que tens um rabinho que é um mimo.

17. A tua mãe só pode ser uma ostra para cuspir uma pérola como tu.

18. Tens um cu que parece uma cebola, é de comer e chorar por mais.

19. Só queria que fosses uma pastilha elástica para te comer o dia todo.

20. Tanta carne boa e eu em jejum.

21. Se o teu cu fosse um banco, fazia uma poupança a taxa fixa

22. Ó filha, agora já percebo porque é que tenho a talocha nas mãos.

23. Belas pernas, a que horas abrem?

24. A ti não te custava nada e a mim sabia-me tão bem.

25. Até davas uma boa actriz mas és muito melhor atrás.


Capítulo 3 - A metáfora


26. Ainda dizem que as flores não andam.

27. Ó filha, com um cuzinho desses deves cagar bombons.

28. Ó filha, levavas aí com o martelo pneumático que fazíamos o túnel do Marquês num instante.

29. Que bela anilha que tu tens, deixa lá enroscar o meu parafuso.

30. Só custa a cabeça que o resto é pescoço.

31. Que rica sardinha para o meu gatinho.

32. Anda cá a cima afagar-me a cobra zarolha.

33. Ó filha, o teu pai devia ter a régua torta para te fazer com curvas assim.


abençoado por: