Na Tailândia, a fé tem um ritual que pode parecer insólito ao mundo ocidental. Os devotos alugam caixões para poderem rezar no seu interior e assim «livrarem-se do mal».

Esta quarta-feira, milhares de devotos cumpriram, mais uma vez, o ritual, em Nakhon Nayok, a 100 quilómetros de Banguecoque, na Tailândia. Dentro do templo, Wat Prommanee, os crentes pagam 3.80 euros para participarem no «ritual da ressurreição», onde se deitam dentro dos caixões budistas, com flores, e esperam que os monges passem por eles com um manto branco, ao som de um cântico simbólico sobre a morte.

Após a bênção dos monges, os devotos levantam-se dos caixões, acreditando que estão purificados e renascidos com protecção na saúde, contra o mal e com os seus desejos realizados.