Pelo simples facto de à já algum tempo não se ouvir falar do Magalhães, é só para lembrar que ele continua vivo e recomenda-se... mesmo que alguns erros de sistema façam dele imperfeito, errar é humano, e sendo ele inspirado de uma pessoa de pele e osso, tem o mesmo direito de ser desculpado.
No vídeo que se segue, podem assistir a uma troçada musical bem conseguida e que de forma divertida nos mostra algumas das funções para que foi concebido.
E tu, já computas ?
Tão novo, e já computas ?


Chama-se: "Já tenho o Magalhães" ,
canta Zé do Pipo