Carta Aberta do OE aos portugueses

"PS: Meu querido OE, não te esqueças deste teu servo lambe-botas, de seu nome Daniel Luís, pois também quero papar do teu tacho, porque tenho uma mulher que vê mais (através da alma) do que muitos normovisuais, e que apesar de licenciada com muito mérito, se encontra desempregada. Além disso, tenho também um filho pequeno para criar. Por Deus, dai-me um tacho!"