" Sacrifico-me! Levai o pouco que me resta!
Também eu quero contribuir, nem que venda a minha gravata barata,
Também eu quero pagar IRS e IVA mesmo que seja à bruta! Viola-me!
Ó Orçamento multicolorido, fruto de infame negociata, (...) "
Ler crónica completa »